Artigo: Quais são as tendências de marketing médico de 2019?

Felipe Lourenço 4 minutos

Folder

Os médicos que investem em marketing médico possuem uma renda maior do que os que não investem? Quanto tempo um paciente demora para conseguir agendar uma consulta? Procurando responder os principais questionamentos sobre gestão de clínicas e consultórios, a iClinic elaborou uma pesquisa sobre as tendências do mercado médico.

A pesquisa foi desenvolvida em duas etapas: a primeira consistindo em dados coletados a partir da utilização do software médico iClinic pelos usuários, e a segunda fase composta de respostas de um questionário enviado para clientes e não clientes do sistema.

Alguns resultados interessantes de nossa pesquisa

Os resultados relacionados ao rendimento mensal por faixa etária mostraram que os profissionais da saúde atingem seu pico de remuneração entre os 50 e 60 anos de idade, mesmo período em que recebem um maior fluxo de pacientes. 

Depois dos 60 anos de idade, os médicos voltam a receber, em média, o mesmo que recebiam entre 40 e 50 anos, porém atendendo apenas 62% do volume de pacientes que atendiam naquela fase. Esse fato ocorre devido ao valor médio recebido por cada consulta: entre os 40 e 50 anos, essa média é de R$110, enquanto após os 60, a média salta para R$157, que corresponde a 42% a mais por cada atendimento. A média, nesse caso, é a soma dos atendimentos particulares e por convênio. 

Quanto ao investimento em estratégias de marketing médico, de acordo com os profissionais participantes do estudo, 54% afirmaram investir financeiramente em pelo menos uma estratégia de marketing. Dos 46% restantes, 61% afirmaram que querem investir em até um ano. O principal motivo de 39% dos médicos não pretenderem investir em marketing vem da desconfiança de que esse investimento não trará resultados. Pensando nisso, buscamos comparar a renda mensal daqueles profissionais que investem em marketing médico com a renda daqueles que optaram por não fazer. O resultado foi claro: aqueles que investem em marketing possuem uma renda 48,6% superior em comparação aos rendimentos de quem afirmou não investir. 

Além disso, o volume de atendimento mensal é 42% maior para os médicos que investem nessas estratégias. Podemos concluir que o investimento em marketing médico atrai mais pacientes, consequentemente rentabilizando ainda mais. 

Foi realizada também uma comparação entre atendimento particular e por convênio. Apesar de os convênios remunerarem em média 29% do valor de uma consulta particular, há mais profissionais que pretendem se cadastrar a um convênio nos próximos 12 meses do que aqueles que planejam se descadastrar. Dos médicos que participaram da pesquisa, 62% são vinculados a pelo menos um convênio de saúde. A remuneração vinda dos atendimentos por convênio equivale, em média, a 63,5% da receita mensal dos médicos que atendem no mínimo um convênio, por razão de as consultas realizadas serem 84% vindas dessa parceria. 

Outras questões importantes são: quantos dias o paciente costuma esperar para ser atendido? O tempo que ele passa na sala de espera é maior que a duração da consulta?

A partir do momento que o paciente procura agendar uma consulta, ele leva em média 18 dias para realmente ser atendido. Esse resultado não varia caso seja um atendimento particular ou de convênio. De maneira geral, sem distinguir o tipo de atendimento, o paciente passa uma hora e três minutos na clínica. A cada três minutos, em somente um o paciente está sendo atendido pelo médico, enquanto passa dois minutos na sala de espera.

E você, em qual cenário se encaixa? Quais são os dados de sua clínica? Em qual das estatísticas gostaria de estar? Descubra agora e seja referência em sua especialidade médica!

Compartilhe