Coronavírus: estudo encontra carga psicológica em médicos da linha de frente

1 minutos

Folder

O estudo analisou as respostas em uma bateria de medições de saúde mental de 1.257 profissionais de saúde em 34 hospitais chineses. Dos entrevistados, grande parte relatou sofrer de vários encargos psicológicos. Isso inclui:  Depressão 50,4%, Ansiedade 44,6% e Insônia 34%. A carga psicológica mais relatada pelos entrevistados foi angústia com 71,5%.

Os resultados do estudo podem trazer informações sobre os efeitos que a pandemia pode ter sobre os profissionais de saúde em todo o mundo. Um estudo realizado com médicos norte-americanos produzido na semana passada mostrou que 96% dos médicos responderam que estavam preocupados com o impacto do vírus em si ou em seus pacientes diretamente.

Compartilhe
x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download