Bibliografia científica: atalhos para busca on-line

Conheça os melhores caminhos que facilitam sua busca por embasamento científico na internet e saiba como otimizar seus resultados

Bárbara Mello 3 minutos

Folder

Com o avanço das tecnologias, existe uma infinidade de bibliografia científica disponível para consulta na internet. Se, no passado, horas ou dias eram necessários para encontrar um único artigo, atualmente, com a facilidade de acesso a estudos desenvolvidos no mundo inteiro, isso é possível em minutos ou até mesmo segundos.

Contudo, devido à grande quantidade de artigos publicados, muitas vezes torna-se um desafio encontrar o que realmente é necessário. Por isso, conhecer e filtrar a informação desejada em meio a tantos conteúdos é fundamental para ter sucesso em sua busca.

Por isso, confira o passo a passo com as principais etapas para uma busca aprofundada e bem-sucedida:

Construção da pergunta

Ao iniciar a busca, defina seus objetivos. A estratégia PICO (Paciente, Intervenção, Comparação e Outcomes – “desfecho” em inglês) permite que o pesquisador faça buscas de várias naturezas, como clínica, gerenciamento de recursos e instrumentos para avaliação de sintomas, entre outros temas.

Vocabulário controlado

Após definir seu objetivo, o próximo passo é conhecer o vocabulário controlado (definido pelo responsável pela publicação do artigo). O objetivo da função é fazer coincidir a linguagem de busca do pesquisador com a do indexador.

O Descritores em Ciências da Saúde (DECS) e o Medical Subject Headings (MESH) são sites especializados nisso. Ou seja, eles identificam os termos de assuntos na área da Saúde e disponibilizam as palavras a ser utilizadas no momento da busca.

Seleção das bases de dados

É hora de escolher quais bases de dados servem para sua pesquisa. Elas foram criadas para reunir, em um único portal, inúmeros periódicos, otimizando e facilitando a busca pelos resultados.

Todavia, existem diversas bases de dados disponíveis que se diferem pelo conteúdo que armazenam. Por exemplo, algumas oferecem apenas referenciais dos estudos, já outras disponibilizam artigos completos.

As bases de dados mais utilizadas na área científica são:

  • LILACS – literatura latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (acesso gratuito)
  • MEDLINE – literatura internacional em Ciências e Saúde (acesso gratuito)
  • SCOPUS (acesso controlado)
  • Web of Science (acesso controlado)

Estratégia de busca

O último passo é traçar sua estratégia com os termos encontrados. Você conhece os operadores booleanos? Trata-se de um recurso responsável por definir, para o sistema de busca, como deve ser feita a combinação entre os termos ou expressões de uma pesquisa.

Mais uma dica

Para uma busca mais direcionada, determine os limites de sua pesquisa:

  • Período cronológico: ano (ou intervalo de tempo) da publicação;
  • Idioma: inglês, português, espanhol etc.;
  • Tipo de publicação: artigos, livros, teses etc.;
  • Tipo de pesquisa: artigo original, revisão sistemática, relato de caso etc.;
  • Faixa etária: adulto, meia-idade etc.;
  • Gêneros: feminino ou masculino.

Compartilhe
x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download