CFM se posiciona sobre medidas contra a Covid-19

Universo DOC 2 minutos

Folder

Em 4 de março, o Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nota aberta à sociedade para reafirmar as medidas reconhecidamente eficazes para prevenir a transmissão de covid -19. São elas: uso de máscaras, distanciamento social, higienização das mãos, proteção de olhos e mucosas, bem como o cuidado com os mais vulneráveis.

Além das medidas listadas acima, o CFM reforçou a necessidade imediata da vacinação contra covid-19 para todos os brasileiros, uma vez que este é o caminho mais seguro para se evitar que o contágio pelo coronavírus continue a causar adoecimento e óbitos. “As vacinas representam a esperança de superação da pandemia e o CFM apoia incondicionalmente que elas sejam disponibilizadas para toda a população”, reforçou a autarquia.

Ainda segundo o Conselho, antes de adotarem medidas restritivas, os governos devem realizar uma análise criteriosa de indicadores epidemiológicos, capacidade da rede de atendimento e possíveis impactos sociais e econômicos, além de considerar as realidades de cada localidade.

“Além de providenciarem a infraestrutura adequada para os atendimentos, a fim de garantir a ampla assistência, os governos devem considerar que a adoção de medidas restritivas de caráter local pode reduzir, momentaneamente, a pressão da demanda sobre o sistema de saúde, como tentativa de evitar o colapso. Por outro lado, podem também gerar consequências graves e de efeito duradouro para a sociedade, como o fechamento de empresas, desemprego e surgimento de doenças mentais em adultos, jovens e crianças”, cita a nota.

Compartilhe
x

Revista DOC nova edição

100% gratuita

Faça seu download